464 São Paulo

Nesse registro mágico de Facundo Guerra, podemos ver o marco zero da capital paulista pelo ponto de vista daquele que conhece São Paulo como ninguém. Essa é a Rosa dos Ventos da Praça da Sé. 

Hoje é aniversário de 464 anos de São Paulo e a Mangata fez uma seleção de programas culturais para comemorar. Confira nossas dicas!

• Abertura Farol Santander
• Festa da Cidade @ Anhangabaú homenagem a Rita Lee, Anitta, BaianaSystem e Karol Conká
• Theatro municipal com Orquestra Sinfônica Municipal de sp
• Sesc Pompeia
• Sesc 24 de Maio
• Instituto Tomie Ohtake
• CCSP
• CCBB Basquiat
• Dome imenrsivo @ Largo da batata
• Jardim Secreto @ Praça Dom Orione
• MIS
• MUBE
• MASP
• MAM
• Parque Ibirapuera
• Parque Villa-Lobos
São tantas em uma. Parabéns, São Paulo!

A ERA DA DISRUPÇÃO

por Julia Gouveia

A Era da Disrupção parece algo novo, mas na verdade não é. A Disrupção se dá pelo fato que algumas empresas inovam mais que outras, trazendo assim não só inovações e soluções na vida dos consumidores, como também novas soluções para o mercado.

 

A Escola Austríaca de Economia já dizia isso, já trabalhava na ideia do liberalismo. A Escola Austríaca de Economia é um pensamento econômico no qual se fala sobre a importância da liberdade econômica sem a intervenção e oposição do estado. A Escola Austríaca de Economia também defende além da propriedade privada e o capitalismo, a liberdade econômica como um direito básico do ser humano para alcançar o desenvolvimento.

 

Vivemos uma época de mudanças.

Na época do imediatismo.

 

Não adianta pensar apenas no presente. É preciso pensar em algo maior, como um todo. Pensar o que ocorreu no passado, qual o cenário do presente e o que é esperado para o futuro.

 

O futuro pode ser incerto, mas sabemos que estamos em uma fase de mudança. Uma mudança de mindset.

Mindset, ao pé da letra, significa mente configurada.

Mas o que isso realmente significa?

 

Significa que nossa mente possui um conjunto de pensamentos e crenças e isso determina nosso comportamento, jeito de agir e pensar. Somos influenciados pelos nossos pais, nossa cultura, onde nascemos, a cidade e País que vivemos. Crenças e costumes são parte de cada cultura.

 

Somos influenciados por tudo e todos ao nosso redor. Isso faz parte do nosso crescimento como pessoa. Nossa mente grava e registra tudo. Entretanto, a internet e a tecnologia têm um papel fundamental com a disseminação de informação.

 

As pessoas podem pesquisar, conversar, saber o que faz parte de outra cultura, quais seus costumes, inovações que andam acontecendo. Com isso, as pessoas passaram a conhecer outro mundo, começaram a perceber que elas não são obrigadas a aceitar tudo que lhes foi imposto.

 

Perceberam que elas podem escolher como consomem, o que consomem e que serviços gostariam de usar.

As pessoas perceberam que têm força, que tem poder de mudar o mundo.

 

Estamos falando sobre a disrupção de empresas, de modelos de negócios e companhias com processos lentos e ultrapassados. Uma aprovação passava por inúmeras pessoas até acontecer – processos longos, burocráticos e cheios de regras.

 

Empresas míopes que não enxergam essa mudança, acabam perdendo o consumidor. E um consumidor perdido, nos dias de hoje, vira um efeito dominó.

 

Quem lidera é quem percebe que as pessoas querem liberdade.

 

Quem traz inovação, facilidade, praticidade para todos os momentos. É preciso pensar na cadeia de valor do produto, não só no produto final.

 

Marcas, empresas e SEOs que acreditam que seu negócio está ótimo do jeito que está, que ignoram pesquisas, que ignoram o mercado e evolução do consumidor, irão perder cada vez mais clientes.

 

Tratando-se de marcas, se o que você oferece é apenas um produto, ele se torna um commodity. Algo facilmente substituível.

 

Os consumidores antes de tudo, são pessoas.

Pessoas que buscam marcas com propósitos.

Não adianta uma marca ter sua missão, visão e valores bem definidos e alinhados se por trás deles não há um porque a marca faz o que faz, uma intenção. Senão o que você oferece se torna vazio.

 

O mercado está em constante mutação, perceba.

Nós somos parte da era da disrupção.

Você vem com a gente?